ATIVIDADES DO LIVRO

ATIVIDADES DO LIVRO 
CAP. 17 p.221
ENTRE O BEM E O MAL
1) O que significa dizer que "a não indiferença é a essência do valer"?
2) Explique esta afirmação: O ser humano, diferentemente do animal, é capaz de produzir interdições.
3) Por que não é contraditório afirmar que a moral autêntica supõe  a aceitação livre das normas, ao mesmo tempo que a moral tem um caráter histórico e social?
4) Como explicar que na moral convivem pólos opostos como o dever (a obrigação) e a liberdade?
5) Mesmo considerando a tolerância um valor máximo da convivência humana, qual é a dificuldade em aceitar a moral de grupos como máfia, klu-klux-klan ou neonazista?
6) Durante a ditadura militar no Brasil, vários filmes foram censurados por serem considerados atentatórios à moral (como Último tango em Paris, de Bernardo Bertolucci), ou à religião (como Je vous salue Marie, de Jean-Luc Godard). Discuta a questão da relação entre moral e estética.
7) Timoty McVeigh foi um terrorista que matou 168 pessoas em um atentado a bomba em Oklahoma City (1995). Foi executado seis anos depois com injeção letal. Pouco antes de morrer, recitou o poema Invictus (o que não foi vencido), do inglês William Ernest Henley, e que termina assim; "Eu sou o mestre do meu destino e o comandante da minha alma". Comente essa declaração a partir do conceito de moral.
8) Explique por que não há moral do desejo, uma vez que só é moral  o ato voluntário.
9) Imaginemos um museu onde se encontra exposta, por empréstimo, a famosa pintura Mona Lisa, e um incêndio se propaga rapidamente no local. O diretor do museu entra no recinto disposto a resgatar a tela e depara-se com um funcionário  desacordado por causa da fumaça. Só há tempo para uma escolha: salvar o quadro ou o funcionário. com a metáfora da bússola e da balança, explique o que ocorre caso o direto prefira salvar o funcionário ou escolhe resgatar o quadro. E se você fosse o diretor, o que teria feito?
10) "Cada um desses homens [Abrahan Lincon, Mahatma Gandhi e Martin Luther King] sentia muito profundamente que o âmago da moralidade ( e o âmago da sociedade) era o igual respeito pela dignidade humana. Cada um deles foi capaz de mostrar o respeito mútuo pressuposto pelo ponto de vista moral, reconhecendo a exigência moral de se engajar em diálogo com aqueles que discordavam profundamente deles. Foram essas características que os tornaram não apenas grandes visionários morais, mas também grandes educadores morais. "( Kohlberg, Boyd e Levine. "O retorno do estágio 6: seu princípio e o ponto de vista moral". Em: Angela M. Brasil Biaggio. Lawewnce Kohlerg; ética e educação moral. São Paulo: Moderna, 2002. p128)

Considerando a citação, atenda às questões:

a) O que é, do ponto de vista moral, respeitar os outros? Em que sentido o respeito não se confunde com submissão e temor?
b) Como Lincoln, Gandhi e Luther King expressaram de fato o respeito pela dignidade humana, inclusive aos que deles discordavam?
c) Em que sentido Kohlberg se refere a eles como educadores?

Nenhum comentário:

Postar um comentário